quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Das promessas.


Há promessas que se fazem e que nunca serão cumpridas. Podemos até fingir que sim, mas no nosso espaço mais íntimo estamos constantemente a quebrá-las.

6 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  2. Pois há.

    (eia, header novo e bonitinho)

    ResponderEliminar
  3. Hoje chamaram-me sulista, e eu resolvi mostrar a mulher do norte que há em mim.

    ResponderEliminar
  4. ó menina cs era escusado escrever dois comentários. Sua...sua....sua exagerada.
    Faça lá o favor de pedir para eliminarem um .

    Obrigada.

    ResponderEliminar
  5. Já está. Os seus desejos são ordens. Mas este ultimo fica. Achei piada.

    ResponderEliminar