domingo, 18 de setembro de 2011

Revelações #2

Esquece as jóias compradas na Cartier dos Champs Élysées, os jantares no Daniel, as escapadelas de fim-de-semana no Ritz Hotel ou os passeios de iate pelas ilhas gregas. Esquece tudo o que o dinheiro pode comprar, porque não é com isso que a vais conquistar. O que a fará tremer cada vez que se recorde de ti serão os gestos simples, espontâneos, criativos, inesperados. O que despertará as borboletas adormecidas no seu estômago será receber um sms teu a meio da noite, apenas porque não conseguiste esperar pela manhã para partilhar com ela uma passagem do livro que a insónia te levou a ler; será atender um telefonema teu onde apenas se faz ouvir a música que passa na rádio, e que é aquela que ouviram na primeira vez que se beijaram; será ser acordada de madrugada e obrigada a vestir um casaco por cima do pijama, para ser levada aquele local alto da sua cidade, onde a paisagem se estende por quilómetros, só para poderem ver juntos o sol a nascer; será ver-te parar o carro no meio da estrada e sair para te embrenhares na vegetação, para depois voltares com a sua flor preferida, porque enquanto conduzias vislumbraste aquela que foi deixada por colher; será ser arrastada até uma aldeia do interior, para te ver subir a uma figueira e descer com um cesto de figos acabados de colher, porque sabes que só esses lhe recordam os avós e só esses realmente a satisfazem; será receber pelo correio uma carta de amor, escrita no papel da mesa do restaurante onde tiveste um almoço de negócios que ansiavas por terminar, só para correres aos correios e garantires que a carta chegava no dia seguinte.
O que fará com que o seu coração bata com mais força será a descoberta de que, naquele momento exacto, o resto do teu mundo deixou de existir, pois o teu pensamento está centrado apenas na forma de a manter para sempre do teu lado.

3 comentários: